Viagens

Marraquexe | Dia I

Marraquexe era um destino na minha lista de viagens desde sempre, talvez pelas enormes diferenças culturais, talvez pela magia que a cidade carrega ou pela curiosidade que era muita. A viagem já tinha sido marcada há uns meses e parecia que a hora de começar esta pequena aventura nunca mais chegava. Decidimos ficar hospedados num Ryad na zona mais pura e antiga da cidade, na Medina, os ryads são casas típicas que foram restauradas para funcionarem como pequenos hotéis. Ficamos no Ryad Amiran, mesmo junto a uma das portas da Medina, e fomos tão bem recebidos com um chá de menta para celebrar a nossa chegada. Toda a estadia foi maravilhosa e ficarmos tão junto da realidade fez-nos sentir parte da cidade e conhecer mais e mais recantos que não seria possível caso ficássemos num hotel fora da Medina. Tínhamos organizado os dias previamente de forma a aproveitarmos da melhor forma cada um deles, o primeiro dia começou mais tarde, chegámos a Marraquexe já passava das 10h da manhã, depois seguimos para o ryad onde deixamos as nossas coisas e conhecemos os donos da casa. Saímos por volta do meio dia e fomos em direcção à praça Jemmâa el-Fna onde almoçamos. O choque cultural tem tanto de assustador como de romântico, e foi aqui que o vivemos pela primeira vez. São tantas pessoas, com vidas completamente diferentes, a fala, as roupas, a atitude e depois toda a arquitectura e ambiente… Ia sem expectativas e, ainda bem, porque vim com vontade de voltar.

A primeira paragem do nosso roteiro histórico foi o Museu Dar Si Said, um museu com inúmeras peças dos antepassados do país e com fontes e jardins lindíssimos, é um museu pequeno que vale por todos os pormenores e ambiente de paz, depois de estarmos em Jemmâa el-Fna com todo aquele ruído e agitação chegar ao Dar Si Said dá-nos a sensação de chegar a um mundo à parte.

Seguimos a pé até ao Bahia Palace, com algumas peripécias pelo meio, em Marraquexe vai sempre haver alguém a querer ajudar-vos, uns dão realmente indicações verdadeiros, outros vão dizer-vos que o sítio que querem visitar está fechado e vão tentar que visitem o mercado. Mas, finalmente, chegamos ao Bahia Palace, outro lugar onde se respira tranquilidade, não é de todo um silêncio intimidante mas que nos relaxe e nos deixa aproveitar ao máximo a beleza destes lugares. As cores, as linhas e todos os pormenores, desde o azulejo aos desenhos criados nas diferentes paredes são arrasadores. Do chão ao teto nada era deixado ao acaso.

Por último fomos até outro Palácio, o El Badi, este era gigante e super diferente do anterior, de paredes altas e alaranjadas com um rooftop com uma vista linda para a Medina. Com o sol que estava a energia já não era muita mas depois de estarmos num sítio tão bonito e tão imponente acabamos por nos deixar levar à descoberta dos seus segredos. Os museus ou locais de interesse histórico fecham relativamente cedo e têm até dias específicos em que se encontram encerrados por isso é importante que se organize tudo previamente, tendo em conta os horários e dias de abertura.


Por fim foi hora de regressar ao Ryad, acordamos tão cedo neste dia que ao inicio da noite já estávamos completamente gastos. Apanhámos um Taxi até ao Ryad, em Marraquexe é fácil encontrar um taxi, o mais difícil é negociar uma viagem, tínhamos visto que deveríamos negociar o custo da viagem antes de entrar e foi o que fizemos sempre, normalmente correu bem, tivemos apenas uma das viagens  que acabou por ser um dos momentos mais hilariantes da nossa estadia em Marraquexe, que apesar de ter sido uma burla nos faz rir imenso sempre que nos lembramos: perguntamos a um dos taxistas quanto seria por uma viagem desde Kasbah até ao nosso Ryad, ao que ele nos respondeu 50Dirham, aproximadamente 5€, à primeira vista parecia-nos justo e por isso aceitamos, a nossa surpresa foi quando lhe entregamos a nota de 50 e ele nos disse que eram 50Dirham por cada um de nós, olhamos um para o outro e tentamos explicar-lhe que normalmente não funcionava assim, ele acabou por baixar uns 20Dirham, nas viagens seguintes perguntávamos sempre se o valor era pelos dois e não por cada um. É outra dica importante a anotar!

You Might Also Like

4 Comentários

  • Reply
    Joana Salgueiro
    9 Agosto, 2017 at 10:18

    Que fotos brutais Diana! Marraquexe é mesmo um lugar de sonho. Tão perto e tão diferente, terminamos também esta viagem com vontade de voltar..
    Ansiosos pelo dia seguinte desta aventura tão incrível! 🙂
    http://www.honeymooners.travel

    • Reply
      Diana Lopes
      9 Agosto, 2017 at 12:05

      Obrigada Joana!
      Sem dúvida que as vossas dicas foram essenciais para que a viagem fosse ainda mais incrível! Obrigada!
      Um beijinho*

  • Reply
    Marlene Teixeira
    9 Agosto, 2017 at 21:50

    Está na minha lista…daqueles locais qie todos os cantos são giros e característicos:)
    Kiss

    http://www.inspirationswithm.blogspot.pt

    • Reply
      Diana Lopes
      11 Agosto, 2017 at 12:45

      Sem dúvida! Tenho a certeza que vais adorar!
      Um beijinho Marlene*

    Deixa um Comentário