Lifestyle

Não, Não Sonhes Baixinho!

Os sonhos não são para ficar na mesinha de cabeceira, não são a preto e branco, não têm prazo de validade e nunca são desmedidos ou muito pequenos, não há um sonhómetro, é o vale tudo e o que não vale é ficar à espera, viver a vida ao contrário, como se fosse ela que nos tivesse de surpreender. Sempre sonhei alto, tenho mil sonhos todos os dias na minha cabeça e a vida para mim é o caminho que faço todos os dias para concretizar alguns deles. Os sonhos para mim são propósitos, são propósitos para levar a vida de forma mais positiva e leve, são a forma que encontro para me esquecer do que de menos bom acontece, são aquilo a que me agarro quando a vida é filha da mãe, e ela é! E ser tão sonhadora faz-me criar expectativas, faz-me ser um pouco iludida, às vezes, mas também me faz nunca baixar os braços e ter sempre a opção b, c, d. Uma opção x, em último recurso!

Acho que o segredo é sabermos em que ponto estamos na vida, é difícil admitir perante os outros que não estamos cem por cento satisfeitos com tudo, principalmente quando vivemos numa sociedade onde tudo é competição e em que todos se vêem ameaçados com a sorte ou, neste caso, o fruto do trabalho dos outros. Muitas vezes esse é o único facto que nos leva a desistir e a conformarmo-nos com a vida, o medo de não estarmos à altura. Sonhar baixinho não é sonhar, sonhar baixinho é sinónimo de conformismo e quando sentirem que o voo é muito baixo para a vossa ambição arranjem o vosso propósito, dêem luta à vida, ela gosta dos ariscos!

 

You Might Also Like

Sem Comentários

Deixa um Comentário